Indicado pela minha amiga Zilda do Blog Somos todos aprendizes

Trajetos De Uma Estrada

Trajetos De Uma Estrada
Esse é o meu primeiro livro (Trajetos De Uma Estrada)

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Filme veloz

As noites lentamente,
ficam repetindo, martelando,
deixam o relógio, cada vez mais lento.
Por outro lado,
os ponteiros do relógio da vida,
tornam- se velozes, não deixando espaço
para: decorar os momentos bons,
os motivos de alegria...
Estes acontecem com tamanha pressa,
que às vezes parecem sonhos.
Cria-se um ponto de exclamação, de aceitação
de abrir-se pro momento,
de segurar o tempo junto com as paixões.
Mas eles são liberais e nem sempre estão
nos mesmos corações.
Com o passar dos amores, estes endurecem,
sentem-se inseguros com potencias afinidades.
Então seus hospedeiros encontram-se com as noites,
com a lentidão dos relógios e a distância do sono.


Mariano P. Sousa

4 comentários:

Zilda Santiago disse...

Muito bom Mariano!!Não é fácil falar e lidar com este tema.Grande bj na alma.

Mariano P. Sousa disse...

Obrigadão Zilda!
Beijos!

Antonio Campos disse...

Mestre e amigo o relógio meu bateu forte demais no peito e doeu. Assim pós mais um infarte voltei. Para ler e dizer que foi bem pensado seu post parabéns. Um forte abraço.

Mariano P. Sousa disse...

Saudade meu amigo Tricolor.
Que sua saúde esteja a cada dia melhor.
Forte abraço!