Indicado pela minha amiga Zilda do Blog Somos todos aprendizes

Trajetos De Uma Estrada

Trajetos De Uma Estrada
Esse é o meu primeiro livro (Trajetos De Uma Estrada)

sábado, 21 de agosto de 2010

Porto do meu amor

No porto da minha vida
ainda ancoram paixões,
a brisa permanece agradável,
na barra dos meus amores.
As ondas,
quebram de mansinho
gaivotas constroem seus ninhos
na árvore viva e em cores.

A barra do dia encanta
suas cores de esperança,
o sol olha-me por cima do monte,
aquece e acende meu coração.
A embarcação que leva e traz meu querer.
tem janelas pro céu azul
e desenhos de canções.

Sou passageiro
desse porto de amor,
vou e venho no balanço
e na sintonia do meu peito.
O meu bilhete
de passagem é pra uma vida
com mais chegada, menos partida,
meu amor tem esse jeito.


Mariano P. Sousa

9 comentários:

Dora Regina disse...

Parabéns por tão linda poesia que partilha conosco.
Um bom fim de semana!
Abraços.

Mariano P. Sousa disse...

Obgigadão minha amiga Dora!
Um ótimo começo de semana pra você!

Zilda Santiago disse...

Sempre um belo presente seus poemas!!!Parabéns Mariano!!!

Rodrigo Passos disse...

é humanamente impossivel não te sentir!!!

MEUS POEMAS disse...

Lindo meu querido!
Bjs e bom dia!
Gena

Mariano P. Sousa disse...

Obrigadão Gena!
Um grande abraço!

Mariana disse...

Meu querido amigo e xará, poeta encantador.
Sempre com a tua sensibilidade e veia poética nos teus versos.
estava com saudades de ti.
Adorei a visita.
Qd atualizar aqui me avisa.
Beijos

Majoli disse...

Oi Mariano, quanto tempo sem te ver postar.
"Porto do Meu Amor" é algo que meu coração vive a pedir, ando com uma vontade tão grande de ancorar em um porto seguro.

Mas só o tempo poderá dizer se isso vai acontecer.
Um beijo no teu ♥ meu amigo.

Linda poesia.
Lindos sentimentos.

Mariano P. Sousa disse...

Caríssimas amigas!
Mariana e Majoli!
Adoro vocês e quero agradecer lá do fundo do coração às suas visitas e comentários.
Beijões!