Indicado pela minha amiga Zilda do Blog Somos todos aprendizes

Trajetos De Uma Estrada

Trajetos De Uma Estrada
Esse é o meu primeiro livro (Trajetos De Uma Estrada)

domingo, 4 de julho de 2010

As lágrimas do velho Chico

Pobre Chico, já cansado, surrado, poluído, assoreado arrasta-se tal qual uma serpente doente arquejando à procura de uma sombra, porém, uma corrida que já se torna quase impossível um final vitorioso, pois a inconsciência do homem destruiu tudo que outrora havia em suas antigas belas margens.
Hoje por onde ainda passa, carregando a sua tristeza junto o entulho, a poluição e a contaminação, o velho Chico deixa uma dúvida para essa geração será que ainda o terão e por quanto tempo? Já que estão fazendo-lhe uma fissura, criando uma perna para tentar mostrar em outros lugares o que a natureza achou inviável.
Ora! Se o paciente só tem um rim, e vão transplantar-lo, como fica este paciente?
Deveriam antes cuidar da saúde do mesmo, com uma campanha de educação ambiental destinada aos usuários de suas belezas e espécies em todo o seu percurso, após pelo menos amenizar a sua agonia seria menos dolorido e covarde esquartejá-lo.
O que estou observando é aquela velha história do cobertor curto, cobre-se os pés e descobre-se a cabeça ou vice-versa.
A transposição de onde tem pouco, para onde não tem nada, porém com danos gigantescos causados à mamãe natureza a aos cofres públicos, pois onde desvio é moda é provável que não seja desviado só as águas do velho Chico.
Resta acompanhar-se e torcer, pois já que a construção foi iniciada, que esta não fique pela metade como muitas outras, e seja uma obra de integração nacional assim como é chamado o velho Chico.

5 comentários:

ValeriaC disse...

É muito triste vermos a agonia deste rio...que bem poderia ser um cartão postal, se fosse respeitado e cuidado por todos...e fica o seu lamento a passar sem parar diante de nossos olhos...

Tenha uma ótima semana!
Um abraço
Valéria

Mariano P. Sousa disse...

Valéria!
Grato pela visita e comentário.
Beijos!

007BONDeblog disse...

Mariano

Bela mensagem sobre o nosso Velho Chico, um alerta, um grito em defesa desse patrimônio.

Um abraço pelo dia do Amigo

Mariana disse...

Há anos a natureza está pedindo socorro, mas o homem, há o homem, fica ali, inerte...
Adorei a mudança no teu blog.
bjs meu Xará querido

Mariano P. Sousa disse...

Bond meu amigo !
Obrigadão pela visita!

Mariana minha xará!
Tava com saudasde de você.
Obrigadão pela visita , fico feliz por ter gostado do novo visual do meu espaço.
Beijão e um ótimo final de semana!